As Praias de Ilhabela

Ilhabela tem mais de 40 praias, algumas mais badaladas, outras quase desertas. Seja para agitar, curtir a natureza, velejar, mergulhar, curtir com a família ou simplesmente relaxar, sempre existe uma boa opção!

Praias de Ilhabela

Além da Praia do Curral, que fica bem em frente ao Mareilha, vamos mostrar aqui 10 sugestões de praias que você pode querer conhecer.

 

1. Praia de Castelhanos

Praia de Castelhanos

A Praia de Castelhanos é sempre um belo passeio e também uma aventura acessível para todos. Localizada no lado leste da ilha, tem acesso por uma estrada que atravessa 22 quilômetros em meio a cachoeiras e a exuberante mata tropical. As empresas que promovem o passeio fazem o percurso de jipe e também há a opção de fazer parte do passeio de barco.

Com cerca de 1.500 metros de extensão, a praia de areias brancas e águas claras abriga em torno de 15 famílias de pescadores. Existem pequenos restaurantes à beira-mar onde se pode degustar a culinária caiçara, além de petiscos e porções.

É pela ponta esquerda da praia que se chega na trilha para a Cachoeira do Gato, uma das mais imponentes quedas d’água da ilha. A praia também é boa para a prática de surf e mergulho.


 

2. Praia do Bonete

Praia do Bonete

Uma das mais incríveis praias de Ilhabela. Localizada no extremo sul da ilha, seu acesso se dá por uma trilha de 12 km de extensão que se inicia na Ponta da Sepituba, passa pelo Parque Estadual de Ilhabela e atravessa três cachoeiras com águas cristalinas.

Considerada pelo respeitado jornal britânico ‘The Guardian’ uma das dez praias mais bonitas do Brasil, esta praia de areias claras e mar agitado é habitada pela maior comunidade tradicional caiçara do município, que preserva a riqueza de sua cultura tradicional.

Com cerca de 600 metros de extensão, repleta de chapéus-de-sol e com ondas que fazem a alegria dos surfistas, é destino certo de aventureiros e pessoas que procuram este contato mais próximo com a natureza.

A caminhada pela trilha dura de 3 a 6 horas e exige bom preparo físico e planejamento. Outra maneira de chegar é pelo mar, quando o tempo estiver firme, navegando em tradicionais canoas caiçaras ou barcos de passeio.


 

3. Praia de Jabaquara

Praia de JabaquaraLocalizada no norte da ilha, o Jabaquara é a última praia com acesso por carro. Sendo uma das mais lindas e preservadas da ilha, a praia atrai visitantes que se encantam com sua beleza.

Já na estrada a surpresa acontece quando, ao dobrar uma curva, vê-se a praia do alto de um mirante. Impossível não parar para tirar uma foto.

O percurso para a praia pode ser feito de bicicleta, carro ou embarcação. A praia tem 500 metros de extensão e uma larga faixa de areia branca cortada por dois riachos, um em cada extremidade. O mar azul turquesa convida para um mergulho. O rio que desagua no lado direito forma uma linda lagoa de água doce. A praia é habitada por uma comunidade tradicional caiçara e que preserva a riqueza de sua cultura tradicional.

A praia possui estacionamento particular, um restaurante e pelo menos um quiosque de lanches e bebidas. Leve dinheiro, pois nem sempre é possível fazer pagamentos com cartão.


 

4. Perequê

Praia do PerequêA Praia do Perequê está localizada na região central de Ilhabela, sendo de fácil acesso e oferecendo aos visitantes diversas opções de lazer. Coqueiros fazem sombra e enfeitam a orla, enquanto a areia clara e o mar tranquilo completam a beleza do lugar.

Possui quiosques e bares em toda sua extensão.
É uma praia de mar calmo, ótima para levar crianças. Conta também com playground a beira-mar, quadra de vôlei e futebol de areia, calçadão e ciclovia. Você pode almoçar e então passear no calçadão, ou então alugar uma bicicleta ali mesmo para percorrer os seis quilômetros da ciclovia.

Também é um dos pontos preferidos para shows na praia e eventos esportivos. Ali acontece o XTerra, tradicional competição de aventura que sempre agita a ilha, além dos eventos de futebol na areia, rugby e outros esportes. O canto esquerdo da praia, por exemplo, já se tornou um point para os praticantes de kitesurf.


 

5. Julião

Praia do JuliãoEntre as praias da Feiticeira e Praia Grande, a pequena e escondida Praia do Julião, de areias finas e brancas, tem acesso por trilha de 300 metros a partir da estrada ou pela Praia Grande por meio de um caminho nas pedras.

Depois de percorrer a trilha urbanizada, a chegada ao local recompensa os visitantes. Com um mar azul calmo, é ótimo para famílias com crianças. Pedras rodeiam o mar e servem de esconderijo para diferentes tipos de peixes, que podem ser vistos com máscaras de mergulho. Muitas árvores oferecem sombra aos visitantes. A praia também conta com infraestrutura de bar e restaurante.

Bem em frente à praia duas ilhotas de pedra são usadas como ninho por aves marinhas. O acesso ali é proibido para evitar que as aves abandonem seus ninhos, mas é possível mergulhar ao redor das pedras.


 

6. Pedras Miúdas (Ilha das Cabras)

Ilha das CabrasLocalizada diante da Ilha das Cabras fica a singela praia de Pedras Miúdas. Por não ser visível da estrada, a praia chega a passar despercebida pelo visitante mais distraído, que dirige sua atenção para o ilhote bem em frente.

Sendo um dos melhores points de mergulho da ilha, a região transformou-se em Santuário Ecológico submarino, sendo proibida a caça submarina, coleta ou pesca. Uma tradicional empresa de mergulho oferece cursos e suporte para quem quiser admirar a beleza de suas águas cristalinas, onde os mais diversos tipos de peixes e animais marinhos se abrigam nas rochas do entorno da ilha.

Sendo uma das menores praias de Ilhabela, também é uma ótima opção para quem deseja comer um petisco à beira-mar ou estar em contato com a natureza. Os quiosques do local disponibilizam mesas e cadeiras para seus frequentadores, com petiscos e bebidas variados. Pedras Miúdas é uma das mais próximas praias da balsa, e leva esse nome por ter muitas pedras pequenas na areia. Um belo refúgio com muitas árvores, mar azul e tranquilidade.


 

7. Praia da Fome

Praia da FomeA Praia da Fome é um refúgio calmo e tranquilo em Ilhabela. Possui uma boa faixa de areia clara, muitas árvores e um mar bastante sereno . Com acesso por barco ou trilha, há uma pequena infraestrutura para quem a visita.

Antigamente era um dos pontos de tráfico de escravos, no local em que as ruínas de uma senzala se transformou em casa de veraneio. O nome “Praia da Fome” vem da história de que ali os escravos eram alimentados depois de longa e precária viagem da África, para depois serem vendidos conforme seu peso.

Ponto de parada dos passeios de escuna, a Praia da Fome também costuma receber praticantes de mergulho. É uma boa opção para a família, que pode passar um belo dia na praia.


 

8. Feiticeira

Praia da FeiticeiraLocalizada no sul da ilha, a Praia da Feiticeira merece ser visitada tanto por sua beleza natural como por sua importância histórica.

Afastada da estrada, seu acesso se dá pelo canto esquerdo da praia, onde também fica o casarão da Fazenda São Mathias, que foi em sua época um dos maiores engenhos de cana de açúcar da região.

O nome da praia vem de uma antiga lenda sobre a proprietária da fazenda, considerada uma mulher bastante perversa, que após praticar muitas atrocidades teria ficado louca e sumido, levando consigo o segredo sobre um tesouro escondido.

Sem restaurantes e com poucos quiosques, a praia de tombo torna-se um refúgio para quem busca um ambiente mais natural e tranquilo, sendo rodeada por coqueiros e chapéus de sol que completam o visual místico e paradisíaco.


 

9. Garapocaia (Pedra do Sino)

Praia de Garapocaia (Pedra do Sino)

Praia de Garapocaia (Pedra do Sino)

A população da ilha ainda dormia quando os sinos alertaram a todos: uma caravela de piratas se aproximava! Comandados pelo guerreiro São Sebastião, o povoado partiu para defender a ilha. Os intrusos foram expulsos e a calmaria se restabeleceu. Porém, ficou a dúvida: de onde vieram os sons de sino que despertaram o povo? Os únicos que encontraram uma explicação foram os índios, que apontando para as pedras da praia, exclamavam: “Garapocaia! Garapocaia!” Constatou-se então que, quando batidas, as pedras soavam como sinos.

A lenda da Pedra do Sino faz parte do patrimônio cultural de Ilhabela. No canto da praia uma passarela leva o visitante às pedras principais, que ao serem golpeadas, emitem sons metálicos semelhantes a sinos. Para preservar este patrimônio recomenda-se bater somente nos pontos já demarcados, utilizando martelos de borracha ou tocos de madeira.

Um bar e restaurante neste canto da praia fornece apoio necessário aos visitantes, que também contam com alguns quiosques na orla da praia. As águas calmas com ondas pequenas e mar raso tornam a praia de Garapocaia mais um dos tesouros do arquipélago de Ilhabela.


 

10. Praia do Eustáquio

Praia do EustáquioConsiderada uma das praias mais paradisíacas de Ilhabela, a pequena Saco do Eustáquio conquista por sua simplicidade e beleza. Com cerca de cem metros de extensão, localiza-se no lado leste da ilha, no chamado Saco do Eustáquio. Um porto seguro para quem navega e perfeita para mergulho devido às suas águas extremamente transparentes.

Seu acesso pode ser tanto por mar como por trilhas a partir da Baía de Castelhanos. Tem a sua orla cortada por um riacho e abriga uma vila de pescadores, onde existe uma colônia de cultivo de mariscos.

Sua principal características são suas águas tranquilas e incrivelmente transparentes, consideradas das mais cristalinas de toda a ilha. Com um mar azul, areia clara e muita vegetação ao redor, é uma ótima opção para um dia tranquilo com a família. Possui uma moderada infraestrutura, com bares que servem petiscos e frutos do mar frescos, além de disponibilizarem banheiro para seus clientes. Também é possível sentar nas mesas com guarda-sol dispostas na areia e tomar alguma bebida ou descansar. A diversidade de árvores complementa o belo cenário da Praia do Eustáquio, convidando os que gostam de aventura para uma trilha. A prática de mergulho é muito indicada também, por conta das águas cristalinas do lugar. Com todos os atrativos que possui, é uma ótima opção para todos os públicos.


 

Imagens