Conheça Ilhabela

Um enorme santuário ecológico, onde se contam muitas lendas sobre piratas, tesouros escondidos e navios submersos. Conhecida como “Capital da Vela” agora desperta para atividades repletas de aventuras. Com sua natureza exuberante e praias de águas cristalinas, encanta a todos que a visitam.

Ilhabela

Separada do continente pelo Canal de Toque-Toque, em frente à cidade de São Sebastião, a maior e uma das mais belas ilhas marítimas brasileiras abriga a Estância Balneária de Ilhabela, um local onde a natureza se fez privilegiada. A Mata Atlântica domina 85% de sua superfície, numa deslumbrante visão entre mar e verde em perfeita harmonia. Neste cenário, a história, tesouros, lendas e mistérios misturam-se num infindável repertório de belezas naturais.

Foi descoberta em 20 de janeiro de 1502 por Américo Vespúcio, dando-lhe o nome do Santo do dia, São Sebastião. O povoamento iniciou-se em 1608, contando como primeiros habitantes das terras que margeiam o canal de São Sebastião, dos lados da ilha e do continente, com Diogo Unhote e João de Abreu que vieram de Santos trazendo suas famílias para desenvolverem atividades agrícolas nas terras que haviam recebido por concessão do Capitão-Mor da Capitania de São Vicente. Em 1785, o Padre Manoel Gomes Pereira Marzagão ergueu a capela de Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso, no local onde seria estabelecida a vila, formando um povoado que ganhou o foro de Cidade e Município. A unidade político-administrativa compreendendo as ilhas de São Sebastião, Búzios, Vitória e outras ilhotas, foi decretada por ordem do Governador da Província de São Paulo, o Capitão General Antônio José de França e Horta, em 1805, que a chamou de Villa Bella da Princesa, em homenagem à Princesa da Beira. Reduzido à condição de Distrito de Paz, em maio de 1934, foi incorporado ao Município de São Sebastião e novamente elevado a Município em setembro do mesmo ano, passando em 1940 a denominar-se Formosa, e quatro anos depois, Ilhabela.

Sua população era formada por europeus, escravos e índios. Cultivavam a farinha de mandioca e café. Produziam açúcar e aguardente no Brasil colonial. Atualmente, na Fazenda da Toca, ainda há vestígios de engenho (máquinas, barris e tonéis) que podem ser visitados pelo público. Corsários famosos como Drake, Fonton e Cavendish saqueavam as frotas que pela ilha passavam a caminho do Rio de Janeiro, São Vicente e Santos. Ficavam de tocaia no Saco do Sombrio devido a suas águas calmas, que mostrou-se um excelente esconderijo. Em torno de 100 barcos naufragaram ao redor da Ilha, sendo o mais famoso o Príncipe de Astúrias, devido a forte tempestade e a desorientação de bússola. Hoje, a Ilhabela possui 30.000 habitantes fixos e 100.000 flutuantes. Em 1977, Ilhabela foi transformada em Parque Estadual, declarada Reserva da Biosfera pela Unesco, garantindo uma das últimas reservas praticamente virgens da Mata Atlântica.

Merecem destaque em Ilhabela as cerca de 400 cachoeiras e a grande diversidade de praias: nas mais conhecidas é possível desfrutar de uma excelente estrutura de lazer; as mais desertas e de difícil acesso convidam para aventuras e descobertas – é também onde vivem as comunidades tradicionais de pescadores. Na deslumbrante paisagem submarina se encontram centenas de embarcações naufragadas e uma colorida fauna que são um atrativo para o mergulho.

A natureza de Ilhabela favorece quem gosta de aventura; são muitas as trilhas para o mountain-bike ou trekking, praias ótimas para surf, pontos para escalada e rapel, além de excelentes parcéis para pesca esportiva. Os bons ventos, marca registrada de Ilhabela, que lhe garantiram o título de “Capital da Vela”, proporcionam importantes campeonatos da vela brasileira, a exemplo da tradicional Semana de Vela de Ilhabela.

Ilhabela esbanja charme na sua orla urbanizada, com ciclovia, quisoques, áreas de lazer e mirantes. Possui um comércio sofisticado e completa infra-estrutura para a prática do turismo terrestre, aquático e submarino. Destaca-se como roteiro turístico e proporciona a seus visitantes, durante todo o ano, emoções inesquecíveis e inigualáveis.

 

Localização:
Ilhabela está no litoral norte do estado de São Paulo

Classificação:
Estância Balneária

Vocação:
Turística

Dados Físicos:
Área: 347,537 km²
Densidade demográfica: 81,13 hab/km²

Coordenadas Geográficas:
Latitude: 23º 48′ 45″ S
Longitude: 45º 18′ 45″ W

Distâncias:
São Paulo – 190 km (mais 15 minutos de balsa)
Rio de Janeiro – 435 km (mais 15 minutos de balsa)
São Sebastião – 6 km (mais 15 minutos de balsa)
Caraguatatuba – 30 km (mais 15 minutos de balsa)
São José dos Campos – 116 km (mais 15 minutos de balsa)

Acessos:
Rodovia Anchieta SP-150
Rodovia Imigrantes SP-160
Rodovia Pres. Dutra BR-116
Rodovia dos Tamoios SP- 99
Rodovia Rio Santos SP-55)
Ferry Boat: Porto de São Sebatião (acesso para Ilhabela)